REDUÇÃO DE TRIBUTOS

27 DE OUTUBRO DE 2015

Segmento terá a redução de tributação na geração de sistemas de pequeno porte e na aquisição de equipamentos para novas fábricas que chegarem ao país.

O segmento solar conseguiu uma vitória que deverá estimular os invertimentos no país, tanto para geração centralizada quanto distribuída. Em uma só lei, a 13.169/2015 foram aprovadas medidas de redução de tributos federais que foram calssificados como positivas para o segmento. A primeira dessas medidas torna oficial a cobrança do PIS e Cofins apenas sobre o líquido de enrgia consumida em unidades com micro e mini geração distribuída. A outra é a prorrogação do Progama de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Indústria de Semicondutores e Displays (PADIS).

Saiba mais: